domingo, 8 de dezembro de 2013

Nosso Circulo do Poder em ArDalk

video

Vivencias em ArDalk...O trabalho cósmico continua...


Uma vivencia com outras pessoas sempre é um processo de transformação, tal vez seja o inicio de uma fraternidade futura, é isso que acontece em ArDalk. Através da energia amorosa, do coração, conseguimos despertar mais rapidamente e conseguimos ver com mais facilidade nossa problemática existencial humana. Sempre digo que tudo isto não é fácil para ninguém, nunca foi nem agora nem na antiguidade, somente que agora estamos em um ciclo especial e muitas energias cósmicas superiores estão chegando a Terra nos ajudando e permitindo que nosso DNA alcance um nível de acordo a o que esta sendo processado nos níveis maiores. Temos que aproveitar a oportunidade. Estamos neste processo já faz mais de 200.000 anos, não tem ciclos que nos suportem agora, ou subimos ou descemos. É claro que vamos a subir, tudo indica isso e o trabalho esta sendo feito para que isso aconteça. As vezes nos preocupamos pelas nossas famílias terrestres, achamos que alguns deles não vão a conseguir dar o salto quântico, fiquem tranquilos, mesmo que não pareça, eles também estão engajados no processo, tal vez de outra forma mas estão. Vamos continuar trabalhando, não podemos dormir novamente e achar que já esta tudo feito, vamos continuar firmes no propósito maior. 

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Contato com as Hierarquias Planetarias

Já faz alguns anos, levei alguns grupos do PAD para Argentina e Uruguai para trabalhos de consciência. Todos nossos trabalhos eram de ordem interna, não íamos para ver naves ou entrar em cidades intraterrenas, pois estes contatos aconteciam (e acontecem) amplamente em Candelária, em nossa sede mundial ArDalk. Quando ainda não integramos completamente nossos códigos estelares, muitas vezes precisamos viajar a diferentes lugares do planeta, ate descobrir que existem sempre lugares especiais perto de nos para fazer esta integração interna. ArDalk é um deles. Uma ilha de consciência, conectada com níveis superiores, acelera nosso processo. A integração de códigos pode acontecer em qualquer lugar onde estejamos em harmonia, acontece em um tempo normal que pode ser toda uma vida, depende de nos acelerar nosso despertar.Estávamos em Uruguai e tínhamos durante o dia visitado a Fazenda Aurora onde tínhamos feito uma meditação e nossa volta para o Brasil era ao outro dia cedo, já estava tudo combinado com o ônibus que nos levava. Eram as nove da noite e alguém me procurou no hotel, era uma senhora argentina, não falava português, perguntou para mim si não queria levar o grupo para ver naves, olhei para ela e perguntei : Que tipo de naves? Ela falou que conhecia um lugar onde sempre dava para ver pequenos pontos luminosos no céu e que ela acreditava que eram naves. Algumas pessoas do grupo chegaram perto e logo todo o mundo estava entusiasmado em ir aquele lugar. Calma!! Falei para as pessoas, o problema nosso é que já esta tudo combinado com os motoristas, nos vamos se vocês convencerem eles para ir, mesmo porque eles já foram a dormir. O grupo se movimentou rapidamente e logo estavam os motoristas com um sorriso dispostos a ir (não quis conhecer os argumentos usados para convencer lhos). Eram mais o menos as 22:00 horas quando chegamos a um lugar onde a estrada de chão acabava. A senhora argentina me contava que ela estava de passo em Uruguai e eu realmente não senti curiosidade em saber mais, estava pré ocupado com o grupo e pensando que tínhamos que levantar cedo ao outro dia.Todo o mundo (mais o menos umas 30 pessoas) desceram do ônibus incluindo os motoristas, a senhora argentina (não cheguei a saber seu nome) ficava de meu lado, conversando sempre alguma coisa. Ficamos mais o menos 30 minutos, o frio fazia nossa espera mais demorada ainda. De repente , a uns 50 metros de onde estávamos , se materializou uma nave luminosa em forma de disco, acredito que estava a uns 100 metros do chão, parecia ter entre 10 e 15 metros de diâmetro, so aparecia a energia, um branco luminoso, o grupo surtou, tive que gritar para por ordem, ficamos todos em silencio, a senhora argentina cravava suas unhas em meu braço e falava: Mire!! Mire!!, eu tentava acalmar ela falando Cálmese señora!! Finalmente ficaram todos em silencio, uma comunicação se estabeleceu com as naves. Logo para aumentar a energia maravilhosa que recebíamos apareceu uma segunda nave bem encima da que já estava e começaram um movimento trocando de lugar, uma alegria imensa invadiu nossos corações, novamente a senhora apertava meu braço e falava Mire, Mire!!, Finalmente e para completar, uma terceira nave luminosa se apresentou ante nos e se integrou na dança cósmica, a estas alturas aquela senhora se volto para mim e gritou: Pero quienes son ustedes?? Son las Jerarquias planetárias que lós estan saludando!!!Olhei para ela e falei : Somos o Projeto Aguia Dourada.... Voltamos ao Hotel e ninguém conseguia dormir, menos ainda os motoristas que também tinham assistido tudo, decidimos voltar essa noite para o Brasil. Fiquei quase 3 dias sem necessidade de dormir, a experiência tinha nos deixado totalmente cheios de energia. Nunca mais encontrei aquela senhora argentina, que sem duvida, consciente ou inconscientemente foi uma emissária dos Grandes Deuses que sabem que estamos aqui... Juan Valdes

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Como se proteger de energias mais pesadas




Às vezes as pessoas me perguntam o que fazer para se “proteger” das energias mais pesadas que sem duvida, ainda existem no planeta Terra. O planeta Terra como entidade vivente não somente tem campos de energia elevados, existe o que chamamos “esferas de baixa consciência” que são campos próprios do planeta, necessários para sua existência, mas que afetam o ser humano quando este, por desconhecimento se conecta a eles, pela baixa vibração que eles emitem. O ser humano deve trabalhar coma as energias planetárias, mas de forma consciente, ou seja, com conhecimento, si você não sabe exatamente o que esta fazendo, melhor não faça, procure se informar ou meditar para receber alguma forma de intuição superior que poderá lhe ajudar. É fácil se conectar com esferas mais pesadas, difícil é se desconectar. A proteção que você procura se inicia dentro de você, com seus pensamentos, eles afetam seu corpo físico e as dimensões emocionais de elementais atômicos dentro de você. Juan Valdes

O Tempo e seus paradoxos (em nosso planeta)






Muito tem se escrito sobre o tempo, mas pouco se sabe ainda, se considerarmos que o tempo é simultâneo, ou seja, não passa como acreditamos, mas é nossa consciência que se movimenta com mais ou menos intensidade vibratória imediatamente pensaremos em nosso corpo físico e como ele envelhece com o “passar” dos anos. Poucos argumentos temos para contestar esta “realidade” que também poderia estar dentro do pacote existencial de consciência que vivemos. Por outro lado, se considerarmos que em outros mundos em estados mais elevados, os seres não envelhecem e não existem desgastes em qualquer nível, isto, no meu conhecimento empírico, teremos que pensar seriamente que o envelhecimento e desgaste entrópico em nosso planeta nada têm a ver com o tempo e sim com uma sequencia matemática chamada de Fibonacci. Juan Valdes

quinta-feira, 28 de março de 2013

Naves terrestres "extraterrestres"

Faz 15 anos passados, me encontrava no Panamá, belo pais que  divide os hemisférios com seu Canal. Aquele dia fui a dormir relativamente cedo, um amigo tinha me ligado falando que tinha avistado naves perto onde ele morava, realmente, um lugar um pouco afastado do centro da cidade, onde eu morava na época. Esse meu amigo, sabia que eu tinha tido contato com naves extraterrestres benevolentes, fazia questão que eu fosse naquela hora para sua casa. Eu falei que estava com sono e que por favor me ligasse ao outro dia. Depois de varias chamadas e já cansado falei que ia sair no astral e que era mais fácil para eu ver as naves dessa forma ou seja, ia continuar dormindo, ele não ficou muito convencido, sabia que apenas era uma desculpa para que ele me deixasse dormir e era mesmo. Apenas pegue no sono novamente e sem achar que isso podia acontecer, deixei meu corpo e sai conscientemente. Rapidamente estava perto de uma das naves (tinha outras). Parei como precaução e olhei a nave detidamente; era um disco metálico, físico, de uns 20 a 25 metros de diâmetro, 4 a 5 metros na parte central, estava estacionada a determinada altura, fixa, mantinha uma parte dela girando, cheguei mais perto pensando que algum tipo de campo eletro magnético podia estar ativado. Já tinha tido experiências desse tipo e não tinham sido boas. Lentamente fui chegando mais perto, como não senti interferências energéticas de nem um tipo, decidi atravessar as paredes metálicas da nave. Grande foi a minha surpresa quando vi a tripulação desta suposta nave extraterrestre, eram soldados norte americanos, altamente equipados, sentados frente a diferentes painéis de controle, felizmente não tinham equipamento, que detectasse atividade interdimensional. Consegui passear pela nave livremente, na época eram poucos os que falavam de engenharia reversa (recuperada de tecnologia extraterrestre) hoje, já se fala amplamente de isso na internet.