segunda-feira, 13 de maio de 2013

O Tempo e seus paradoxos (em nosso planeta)






Muito tem se escrito sobre o tempo, mas pouco se sabe ainda, se considerarmos que o tempo é simultâneo, ou seja, não passa como acreditamos, mas é nossa consciência que se movimenta com mais ou menos intensidade vibratória imediatamente pensaremos em nosso corpo físico e como ele envelhece com o “passar” dos anos. Poucos argumentos temos para contestar esta “realidade” que também poderia estar dentro do pacote existencial de consciência que vivemos. Por outro lado, se considerarmos que em outros mundos em estados mais elevados, os seres não envelhecem e não existem desgastes em qualquer nível, isto, no meu conhecimento empírico, teremos que pensar seriamente que o envelhecimento e desgaste entrópico em nosso planeta nada têm a ver com o tempo e sim com uma sequencia matemática chamada de Fibonacci. Juan Valdes